Orguel Mecan Institucional
Faça sua cotação

Obra Cruz de todos os povos, a cidade mineira na rota da fé!

Projeto da Cruz de Todos os Povos
Cruz de Todos os Povos

 

Em Divinópolis, cidade do centro-oeste mineiro, uma obra encontra-se em pleno funcionamento, mas não é uma simples obra, é um monumento, que se ergue carregado de significados, no morro da Gurita, que é tradicionalmente um ponto de encontro daqueles que buscam encontrar a paz e a serenidade.

Em primeiro lugar, a Cruz de Todos os Povos mineira completará o trio com as duas outras cruzes localizadas no Líbano (inaugurada em 2010) e no México (inaugurada em 2012). De acordo com a proposta, idealizada pela Associação Terra de Deus, a cruz de Divinópolis representará o Divino Espírito Santo, enquanto a cruz localizada no Líbano representa Deus e a mexicana, o Filho, Jesus Cristo. Entre a comunidade religiosa, as três cruzes também são conhecidas como a “Santíssima Trindade”. O objetivo dessas cruzes é um só: promover a paz e a fraternidade entre os povos.

A cruz erguida em Divinópolis ascende aos céus, de acordo com o projeto, deverá ter, após a sua conclusão, mais de 74 metros de altura. Além disso será um destino de turismo religioso, que colocará Divinópolis na rota de peregrinações, que são tão comuns no Brasil.

A primeira etapa da obra já está concluída.  A Orguel marca presença fornecendo uma plataforma telescópica de 34 metros, utilizada para agilizar a movimentação dos montadores ao topo da cruz.  Este tipo de equipamento possibilita um alcance elevado, onde não haja grandes desafios geométricos no percurso vertical.

Como resultado, em Divinópolis não se fala em outra coisa. Afinal, os testes de iluminação são um evento à parte, pois dão ao público uma amostra da grandiosidade da obra após a sua finalização.

A Orguel se orgulha em fazer parte de um projeto que se ficará para a história.

As fotos foram fornecidas por: Associação Terra de Deus

Seja qual for o desafio da obra, a Orguel sempre tem uma solução que melhor se adequa ao seu projeto. Entre em contato com um de nossos Consultores ou solicite um orçamento em nosso site.

De acordo com dados disponíveis no Perfil da Indústria Brasileira, da CNI – Confederação Nacional da Indústria, o setor é um dos protagonistas da economia nacional: emprega 20,2% de trabalhadores, contribui com 20,9% do PIB (Produto Interno Bruto) e participa de 70,1% nas exportações de bens e serviços.

A indústria, que abarca diversos setores tais como alimentos, veículos automotores, máquinas e equipamentos, produtos de metal, obras e infraestrutura, mesmo em momentos desafiadores, não para. E em virtude da complexidade das atividades desenvolvidas em cada um desses setores, a atenção à saúde e segurança é constante.

São milhões de trabalhadores expostos diariamente aos mais variados riscos ambientais, como ruído, poeira, produtos químicos e radiações não ionizantes, por exemplo. Na higiene ocupacional, a premissa é que os riscos advindos da exposição ao trabalho sigam uma ordem de proteção. São as conhecidas Hierarquias de Controle:

1º) serem tratados inicialmente em sua fonte,

2º) no ambiente ou percurso de exposição,

3º) no trabalhador.

E em cada ramo da indústria, assim como em qualquer outro nicho do mercado há particularidades que precisam ser cautelosamente estudadas pelos profissionais da Engenharia de Segurança e Medicina do trabalho. Afinal, são estes especialistas com seus equipamentos, e baseados em normas e diretrizes, que possuem autonomia para determinar com precisão os riscos existentes em cada posto de trabalho.

E é por meio desses dados que as indústrias determinam as medidas de segurança para seus trabalhadores, prestadores de serviço e visitantes. Estas medidas protetivas vão além do fornecimento de um ou mais EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). Ou seja, é preciso tratar cada risco levantado e inserido no PPRA  (Programa de Prevenção de Riscos Ambientais) e  no PCMSO  (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) e a partir daí, desenvolver um cronograma de ações que inclui a definição de proteções coletivas, individuais, controle da saúde ocupacional, treinamentos, acompanhamento de áreas críticas, melhorias de processos, entre outras medidas.

Por isso, a maioria das empresas conta com um time de profissionais do SESMT (Serviços Especializados em Saúde e Medicina do Trabalho), capaz de tratar as minúcias de cada operação e pôr em prática as melhores práticas para a prevenção dos riscos e promoção da saúde e segurança dos colaboradores.  E cabe a esses membros do SESMT exigir também das empresas prestadoras de serviço, visitantes e parceiros comerciais, que sigam à risca as medidas de proteção adotadas em sua empresa.

Além dos documentos comprobatórios de vínculo empregatício entre o colaborador e a prestadora, são demandados laudos, comprovantes de fornecimento de EPI, de treinamentos, de operação de máquinas e equipamentos, exames específicos, bem como PPRA e PCMSO atualizados.

Léa Mendes, é a Gerente do NOC – Núcleo Ocupacional, responsável pelo time que cuida dos colaboradores dentro e fora da Orguel: “os profissionais desenvolvem um trabalho de estudo dos riscos ocupacionais, identificação dos perigos dentro de uma planta industrial, para que possam reduzi-los ou neutralizá-los, através de proteção individual (EPI) ou proteção coletiva, seguindo todas as determinações das Normas Regulamentadoras e da organização. Tais cuidados são extensivos a nossos clientes para que as atividades de locação de equipamentos possam ser realizadas com todo cuidado e segurança dos envolvidos, proporcionando confiança para todos!”.  A Engenheira de Segurança lidera uma equipe de Técnicos de Segurança e do Meio Ambiente, além de coordenar as consultorias que prestam serviço de medicina e segurança ocupacional.

Além de Léa, a Orguel possui uma outra área de suporte a clientes e particularidades de contratos industriais, a SPE. A área de Suporte a Projetos Especiais recebe as mais diversas solicitações, que abrangem dentre outros documentos, estatuto social, certidões, comprovantes de vínculo entre trabalhador e empresa, documentos de Segurança do Trabalho, questionários etc.

Érica Hernandes é a Coordenadora da SPE e busca atender às solicitações dentro do prazo, a fim de assegurar que a obra ocorra sem atrasos e com a máxima segurança. Isso porque, muitos projetos envolvem a montagem e assistência técnica especializada da Orguel nas instalações do cliente.

A preservação da saúde dos trabalhadores é um compromisso cada vez mais atual, para que, cada vez menos industriários tenham a sua integridade física e mental comprometidas em virtude do exercício do seu ofício. Para se ter uma ideia, de acordo com a mesma pesquisa da CNI, a indústria só perde para o setor de serviços, no que diz respeito à quantidade de empregos formais.

A Orguel está pronta para atender os desafios da indústria, com soluções completas em estruturas e máquinas, que vão de acordo com as particularidades de cada negócio. Entre em contato e solicite um orçamento.

 

Fonte:  Perfil da Indústria Brasileira – CNI

Disponível em: https://industriabrasileira.portaldaindustria.com.br/#/industria-total

Fonte: Instagram @nasala_

Depois de meses com grande parte da população em isolamento social, começam a surgir adaptações e novas opções de entretenimento, respeitando todas as normas de segurança. Isso tem acontecido em várias cidades brasileiras, como na capital paulista onde foi feito em um galpão, uma exposição drive-thru com painéis de 10m de largura e 5m de altura, para que as pessoas retomassem o consumo da arte.

Entretenimento durante o isolamento

Com isso surgiu a GoDream, nova franquia de cinema drive-in no Brasil, com unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Fortaleza e Belo Horizonte. O evento tem como patrocinador master a Budweiser e várias outras empresas entraram nessa onda para proporcionar entretenimento de qualidade e com toda segurança durante a pandemia.

Além de filmes exibidos pelo Gobloplay, Telecine, entre outros,  também serão exibidos shows e standups no BudStage, palco exclusivo para apresentação dos artistas, e até pré-estreias de programas, como a pré-estreia do programa “Que história é essa Porchat?” do canal GNT, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Além disso, a instalação conta com uma estrutura completa de alimentação e capacidade de 100 carro por seção com 4 pessoas por carro.

Já na capital mineira, a GoDream teve sua estreia no dia 24/07 e funciona de quinta-feira a domingo com 3 seções por dia, ficando localizada no estacionamento da Faculdade Milton Campos em Nova Lima. Os ingressos podem ser comprados pelo site da GoDream e possuem valores entre R$70,00 e R$180,00 por carro, dependendo do dia escolhido e forma de entrada (meia ou inteira).

Para a compra dos ingressos, programação semanal e mais informações sobre o projeto, acesse o site da GoDream clicando aqui.

Fonte: Jornal Cidade BH

E para auxiliar na produção dessa atração em Minas Gerais, trazendo novamente o entretenimento à população, a Orguel está fornecendo cerca de 12 toneladas do Andaime Multidirecional Mecanflex para a estruturação do evento, garantindo toda a segurança e eficiência do produto, além de atendimento exclusivo e manutenção full-time.

Entre em contato pelo nosso site e solicite seu orçamento, nossa equipe irá ajudar na melhor solução para o seu projeto.

Confira no Instagram @godream_brasil mais informações sobre o evento e a agenda em todo o Brasil, em Belo Horizonte, você encontra essas informações no perfil do @nasala no Instagram.

Bom entretenimento para você!

 

 

Fontes:
https://www.jornaldacidadebh.com.br/sociedade/filmes-e-shows-no-estilo-drive-in-garante-lazer-e-seguran
https://www.instagram.com/godream_brasil/
https://www.instagram.com/nasala_/
https://godreambrasil.com.br/

manutencao-rebuild-maquinas

É comum que com o tempo de uso, máquinas em geral, como plataformas, geradores, torres de iluminação, elevadores e compressores , apresentem queda de produtividade e capacidade, demandando, assim, manutenções programadas ou até mesmo a necessidade de rebuild, para que eles se tornem como “novas” mais uma vez. Mas qual a diferença desses dois tipos de manutenção? Nesse texto vamos explicar a diferença desses dois serviços e quando contratá-los.

Assim como aparelhos celulares, televisores e outros eletrodomésticos, os fabricantes fazem a atualização periódica de componentes e sistemas de máquinas de grande porte. Mas em virtude do alto custo de uma plataforma ou de um gerador por exemplo, nem sempre é viável investir na renovação recorrente da frota, como fazemos com celulares. Por isso, manutenções, são cruciais para garantir a sua alta produtividade no dia a dia, além de maior vida útil.

 

Manutenções preventivas

De maneira simples, podemos explicar que as manutenções preventivas são executadas com o intuito de reduzir ou prevenir danos no equipamento operante. Quando as revisões são planejadas, elas acarretam resultados otimizados, sem contar que o custo-benefício é muito mais competitivo do que as manutenções emergenciais. Isso acontece porque as intervenções de última hora inviabilizam o agendamento prévio junto ao fornecedor, ou seja, tornam-se mais caras e problemáticas, sem considerar que com o equipamento fora de funcionamento, há perdas na cadeia produtiva e em casos extremos, paralisação do serviço. Dessa forma, a implantação de manutenções preventivas traz consigo inúmeras vantagens, tais como a postergação do envelhecimento e degradação dos equipamentos, diminuição das paradas, redução do risco de acidentes e minimização de custos com manutenções futuras.

 

Sobre os rebuilds

Já os rebuilds pretendem recuperar e revitalizar equipamentos que estão inoperantes devido a horas de utilização, falta de peça ou manutenção, através de uma reforma geral, para que eles voltem a operar com a mesma capacidade de antes.

Os processos de rebuild revitalizam o equipamento para que ele volte à sua capacidade inicial, em condições ideais para o uso e com prolongamento da sua vida útil.  Se adentrarmos nos fundamentos da Engenharia, as manutenções preventivas e o rebuild, figuram como estratégicas no planejamento de uma organização, uma forma de renovar a frota já existente, prorrogando a troca de estoque.

 

Então, é necessário estar alerta aos sinais que o equipamento emite! Queda de produtividade ou falhas, são alguns pontos de partida para agendar uma manutenção preventiva e evitar assim um rebuild.

A Orguel possui uma equipe especializada na realização desses serviços, oferecendo mão de obra qualificada, garantindo melhora no desempenho do equipamento e consequentemente, nas operações realizadas em obras ou em qualquer outro tipo de trabalho.

Acha que seu equipamento demanda de manutenções corretivas, preventivas ou rebuild? Entre em contato com a gente e vamos solucionar o seu problema!

 

0800 200 0001 – (31) 99956 – 8984
[email protected]

O maior volume de negócio no mercado de plataformas aéreas está na locação, mas existem situações em que o usuário final vê vantagens na aquisição dos equipamentos. Portanto, entender a real motivação para cada uma das operações é crucial para a tomada de decisão entre comprar ou alugar.

De acordo com Fellipe Pyaia, executivo de Vendas da Genie no Brasil, da Terex Latin America, quando o cliente opta pela locação todo o suporte técnico compete ao locador, tanto para as manutenções preventivas ou corretivas e, em alguns casos, quando necessário a troca do equipamento.

Além disso, os locadores estão em constante renovação de frota, o que proporciona equipamentos mais novos. Financeiramente, o valor da locação é mais acessível quando comparado com a compra do equipamento.

Outra vantagem é não ter vínculo com a propriedade do equipamento, o que significa não ter as obrigações como por exemplos, os custos de manutenção preventiva, impostos ou de mão de obra necessária.

Por fim, ao avaliar a necessidade de uso intenso do equipamento e por um longo prazo, tendo uma equipe técnica para manutenção preventiva e corretiva da máquina, a compra pode sim ser vantajosa. “Graças ao longo tempo de vida útil que a plataforma oferece, muitas vezes, o estudo de valores de locação versus custo de aquisição do equipamento, pode direcionar a uma compra segura”, observa Pyaia.

A Orguel conta com uma parceria de sucesso com a Genie para locação e revenda de máquinas em todo Brasil. Entre em contato com nossa equipe de Consultores, eles irão ajudar você a decidir qual a melhor opção, compra ou locação, para o seu negócio, além do modelo ideal para sua necessidade. Conte sempre com a gente!

 

Clique aqui e solicite seu orçamento ou entre em contato com a gente:

E-mail: [email protected]
Telefone: 0800 200 0001
WhatsApp: (31) 99956 – 8984

 

Fonte: https://www.genielift.com/pt/sobre-genie/blue-news/central-de-conteudo

(Foto: Divulgação/Rede D’Or)

 

Nas últimas semanas, o número de casos de COVID-19 aumentou significativamente no Brasil, mesmo diante às medidas protetivas adotadas. Embora haja diversos estudos sobre o assunto, não é possível estimar quando será exatamente o pico da doença, se ele já ocorreu ou se ainda está por vir, o que sabemos é que governo e sociedade precisam tomar todas as atitudes no enfrentamento da doença, sendo uma das mais importantes a adequação do sistema de saúde com o aumento da capacidade de leitos.

Sintomas COVID-19

Os sintomas mais comuns são:

Sintomas menos incomuns:

Sintomas graves:

 

Os infectados precisará de assistência médica intensa para se curar, isso requer equipe e locais especializados para o tratamento, como o número de casos apresenta crescimento exponencial e pode ser maior que a capacidade suportada pelo sistema de saúde, hospitais de campanha temporários e ampliações em hospitais existentes, estão sendo feitos no país para suprir essa necessidade.

Casos confirmados até o momento

Até o momento, as regiões mais afetadas pelo novo Coronavírus são o Sudeste e o Nordeste. O estado de Pernambuco conta com mais de 9.881 casos da doença e 803 óbitos e o estado do Rio de Janeiro (sendo um dos mais afetados do Brasil) tem 13.295 casos confirmados e 1.205 óbitos (dados coletados em 07/05/2020). Por conta disso, hospitais têm se movimentado para aumentar os leitos e dedicar o atendimento às vítimas da doença. Esse é o caso do Hospital Universitário Oswaldo Cruz em Recife/PE, referência no tratamento de pacientes com o novo Coronavírus na cidade, e do hospital de campanha montado no Parque dos Atletas na cidade do Rio de Janeiro, ambos estão dedicados no aumento da capacidade de leitos.

 

O hospital Oswaldo Cruz está aumentando constantemente a quantidade de leitos sejam da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ou de enfermaria, até o dia 15 de abril já havia 43 novas vagas na UTI e 133 nas enfermarias. Também foram previstos para a penúltima semana de abril a abertura de mais 10 leitos, além dos 244 profissionais que foram nomeados para atuar no local. Para ajudar no acesso dos médicos e enfermeiros ao último andar do hospital, onde estão sendo feitos os atendimentos às vítimas, o hospital pode contar com a Orguel, que está fornecendo uma escada composta pelo Andaime Multidirecional Mecanflex, com aproximadamente 7 metros de altura. A equipe responsável pelo projeto conta com o Projetista Ighor Rafael e a Consultora de vendas Viviane Ramos, geridos pelo gerente da unidade, Diego Sena.

 

Já o hospital de campanha, localizado na Barra da Tijuca/RJ tem previsão de receber os primeiros pacientes no dia 11 de maio. A instalação irá contar com 200 leitos sendo 50 de UTI e 150 de internação. O hospital terá duração de 120 dias e deve atender mais de 2.000 pessoas. Para montagem do hospital, a Orguel forneceu cerca de 1.000 sapatas, utilizadas na estruturação dele.

 

Nesse momento, é muito importante garantir agilidade e comprometimento em todas as frentes de trabalho dedicadas na luta contra a doença. Esses requisitos estão sendo cumpridos de forma extremamente competente pelas equipes da área da saúde que estão se colocando na linha de frente do combate para salvar toda uma população.

 

A Orguel se sente muito honrada em participar de projetos de tanta importância para a população da cidade do Recife e do Rio de Janeiro, nesse período de tantos desafios.

 

 

Fontes:
www.covid.saude.gov.br
www.g1.globo.com/pe/pernambuco/noticia/2020/04/15/hospital-oswaldo-cruz-abre-10-novos-leitos-de-uti-para-pacientes-com-coronavirus.ghtml
www.portalhospitaisbrasil.com.br/obras-avancam-no-hospital-de-campanha-do-parque-dos-atletas

Durante a pandemia do COVID 19, alguns serviços foram definidos como essenciais à manutenção da economia e das necessidades básicas da sociedade, como é o caso da construção civil. Por conta disso, podem funcionar respeitando as recomendações da OMS/Ministério da Saúde são elas:

– Lavar bem as mãos, roupas e utensílios sempre que possível com água e sabão ou detergente de preferência

– Utilizar álcool em gel 70% sempre que possível para higienizar as mãos, teclados, corrimões, EPIs etc.

– Recentemente foi determinado com item obrigatório em algumas cidades brasileiras, o uso de máscaras em todos os lugares.

Fonte: Anvisa

Além das recomendações da OMS e do Ministério da Saúde, preparamos algumas dicas importantes para preservação da saúde e segurança dos colaboradores nos canteiros de obra, colocando em prática todas as recomendações:

  1. Manter todos informados e incentivar os cuidados com a contaminação é muito importante para garantir o funcionamento das medidas, por isso, sempre deixe visível cartazes e ilustrações com as informações sobre a doença ou as medidas a serem tomadas por exemplo.

 

  1. Para regular e manter a distância entre as pessoas, marcações no chão em locais de fila como a entrada, refeitório e vestiários, garante que todos obedeçam às limitações de proximidade.

 

  1. Pensando em prevenir a aglomeração, medidas como revezamento de pessoas no refeitório ou em equipamentos (como Elevadores) e aumentar a distância entre os acentos nas mesas de alimentação são muito importantes.

 

  1. Limpeza do canteiro de obra, torneiras, lavatórios, mesas, armários, ferramentas e EPIs é uma das maneiras mais eficazes de evitar a contaminação pela doença.

 

  1. Medir a temperatura dos operadores sempre quando chegarem pode ser uma medida de extrema eficácia na detecção de possíveis contaminados, uma vez que, um dos principais e mais comuns sintomas da doença é a febre alta.

 

  1. Ficar sempre atento a possíveis sintomas (como tosse, falta de ar e febre alta) apresentados pelos colaboradores, pode ajudar a afastá-lo do local de trabalho a tempo, evitando a contaminação generalizada.

Com essas dicas, fica mais fácil colocar em prática as recomendações de saúde e segurança na construção civil. Assim, com todos fazendo a sua parte, evitamos mais contágios à COVID19 e contemos a disseminação da doença sem parar os serviços essenciais, além de contribuir para a movimentação da economia e manutenção dos trabalhos no país.

 

Fontes:

https://cbic.org.br/covid-19-construcao-civil-amplia-esforco-na-protecao-do-trabalhador/

https://abrasfe.org.br/covid-19-construcao-reforca-medidas-de-seguranca-e-saude-do-trabalhador/

https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/46540-saude-anuncia-orientacoes-para-evitar-a-disseminacao-do-coronavirus

 

Preservação ambiental é destaque em construção residencial!

No estado do Espírito Santo está sendo construído um empreendimento residencial, planejado para ser moderno e focado na preservação ambiental, com conforto e exclusividade para os moradores.

Projetado com foco no cuidado com o meio ambiente, o edifício ocupa aproximadamente apenas 40% do terreno, gerando assim mais ventilação e entrada de luz natural. Além disso, sua infraestrutura foi pensada para capitação de energia solar, para alimentação do condomínio, e totalmente pronta para automatização dos apartamentos, não sendo necessário quebrar as paredes para isso, colaborando para a preservação ambiental.

O empreendimento está em construção com previsão de 12 meses de obra e a Orguel está fornecendo nessa etapa da obra, os Elevadores de Cremalheira para movimentação vertical de cargas e pessoas e, futuramente, os Andaimes Fachadeiros serão utilizados para a fase de acabamento de toda fachada do prédio.

De acordo com o Consultor de vendas da Unidade Vitória, Tiago Miranda, a Orguel foi escolhida para fazer parte dessa obra, devido à grande experiência da Orguel, “como o empreendimento é o primeiro do cliente na região, ele buscou uma parceria séria e competente, como a Orguel, garantindo assim que seu empreendimento será bem assistido”, conta Miranda.

Para conversar com um de nossos Consultores de venda, clique aqui e solicite seu orçamento ou dê uma olhada em nosso extenso catálogo de equipamentos clicando aqui.

Fonte: Catolé News

A Transposição do Rio São Francisco é atualmente uma das maiores obras do Brasil. Tem como objetivo principal levar água para áreas do sertão nordestino, a obra prevê mais de 700 km de canais e nove estações de bombeamento de água, ao longo de quatro estados: Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte e posteriormente incluindo o setor sul, abrangendo a Bahia, Sergipe e o eixo oeste do Piauí.

Em um dos trechos da obra, no sertão pernambucano, e Orguel está oferecendo uma mega solução com mais de 30 equipamentos, entre Bombas Submersíveis, Geradores de Energia, Plataformas Articuladas e Torres de Iluminação.

A solução da Orguel conta com uma grande equipe especializada para a manutenção preventiva regular desses equipamentos e para atendimentos de urgência com curto prazo de atendimento, já que devem estar com funcionamento total para a carga de três turnos.

Como destaca o gerente da Unidade Recife, responsável por essa obra, Diego Sena: “Essa é uma das obras mais importantes para o nordeste brasileiro, estamos movendo nossa Unidade para atendermos às demandas necessárias nessa obra em todos os aspectos possíveis.”

A Orguel conta com um extenso catálogo de equipamentos para atender às particularidades de nossos clientes. Clique aqui e solicite seu orçamento.

A Forno de Minas, líder nacional na fabricação de pães de queijo congelados, recebeu um novo sócio no ano passado, a McCain. Agora, a empresa mineira está ampliando seu centro de distribuição em Contagem/MG com o intuito de aumentar sua exportação e entrar em um novo mercado, o Europeu.

Com a ampliação a empresa poderá aumentar sua produção e armazenamento, facilitando a logística e distribuição de seus produtos. Essa estratégia é essencial para expandir suas operações para a exportação de produtos, gerar empregos na região e movimentar ainda mais a economia do país.

O investimento na obra é de aproximadamente 70 milhões e sua expectativa com a entrada da multinacional é exportar de 15% a 20% de seus produtos, hoje essa média está por volta de 8%. Investimentos como esse aumentam o poder do país, geram melhorias na região e mais reconhecimento ao estado de Minas Gerais.

“Temos muitas sinergias com a McCain e temos oportunidade de absorver muito da experiência que eles têm como uma empresa global”, disse Helder Mendonça, CEO e sócio da Forno de Minas.

“Estamos começando a aproveitar a estrutura da McCain pelo mundo para globalizar o pão de queijo. Eles vendem produtos em mais de 160 países.”

Como bons mineiros, a Orguel está participando dessa grande obra, fornecendo uma solução completa com Plataformas Tesoura, Articuladas e Fôrmas Metálicas. Além de todo o atendimento customizado para nossos clientes, com manutenções full-time e preventivas, garantindo o funcionamento ideal dos equipamentos durante a obra.

A Orguel conta com um extenso catálogo de equipamentos para atender a todas as necessidades de nossos clientes. Clique aqui e solicite seu orçamento.

 

Fonte: https://bvmi.com.br/forno-de-minas-confirma-investimento-de-r-60-milhoes-para-ampliar-fabrica/

Novidades

Fique por dentro de todas as novidades da Orguel. Se inscreva em nossa Newsletter!