Patologias do concreto

Corrosões de armadura, carbonatação, fissuras e lixiviação são algumas das patologias mais comuns encontradas em concreto que exigem análise criteriosa antes da escolha do tratamento ideal.

As estruturas de concreto são consideradas comprometidas quando o seu desempenho está ameaçado ou deteriorado em função de interações entre os elementos que o constituem (cimento, areia, brita, água e aço), com os aditivos e com agentes externos, como água, ácidos, bases, sais, gases, vapores e micro-organismos.

Um modo de prevenir tais problemas começa com a elaboração de um bom projeto e a especificação das soluções mais adequadas para cada tipo de obra.

Quando as estruturas começam a apresentar os primeiros sintomas, é necessário contratar um especialista para avaliar a situação. A atuação desse profissional é indispensável, principalmente quando a verificação é dificultada pelos revestimentos que envolvem a estrutura.

Principais tipos de patologias do concreto

• Corrosões de armadura:

O processo de degradação dos materiais metálicos ocorre em locais mais expostos à umidade e agentes agressivos, ou ainda em áreas com muitas falhas, como ninhos de concretagem, que, pela alta porosidade local, acabam tornando-se mais suscetíveis à penetração de tais agentes.

Patologias do concreto - corrosão

• Carbonatação:

Patologia desencadeada a partir da pasta de cimento e do gás carbônico (CO2) presente na atmosfera. O processo costuma ocorrer em túneis, viadutos e pontes por exemplo, e decorre de fissuras que permitem a entrada de água no interior do concreto armado. Na execução dos reparos de estruturas similares, o Sistema de Acesso Suspenso Quikdeck da Orguel é uma solução inovadora que permite fácil acesso à equipe responsável pela manutenção, sem afetar o trafego local.

Patologias do concreto - carbonatacao

• Fissuras:

Um tipo de patologia muito comum e bastante crítica, pois pode causar infiltrações, por exemplo. Pode ter várias causas como: mistura do concreto não uniformizada, proporções de elementos do concreto não aplicadas corretamente ou ainda solo inadequado para receber a construção.

Patologias do concreto - fissuras Patologias do concreto - fissuras

• Lixiviação:

É causada pelo contato da estrutura com a água. Nesse processo de hidratação do cimento é formado um composto chamado hidróxido de cálcio. Essa substância já hidratada é carregada para fora da superfície do concreto causando a lixiviação. Essa patologia sozinha não causa graves problemas ao concreto, porém, quando o fenômeno atinge estágios avançados, pode criar a corrosão das armaduras de concreto ou ainda comprometê-la seriamente.

Patologias do concreto - lixiviação Patologias do concreto - lixiviação

Existe sempre uma conjunção de fatores quando se trata de patologias. Entretanto, basta atentar-se para os cuidados básicos como especificar corretamente a espessura do cobrimento, melhorar a qualidade do concreto e utilizar revestimentos, como as pinturas, por exemplo, que criam barreiras contra os ataques do meio ambiente.

Outro ponto fundamental é evitar o contato da água com a estrutura, uma vez que ela pode ser a causa principal ou coadjuvante dos processos de degradação do concreto.

Fontes: Mobuss construção / AECweb / Techne